Um legado que continua crescendo

Um legado que continua crescendo

No dia 19/05/2018, faleceu aos 53 anos, na Cidade de México, Jose Rivero, fundador e mentor da Tradaq.

Jose era um homem que amava a família, um empresário humilde e um amigo incondicional.

De nacionalidade mexicana, Pepe (como era carinhosamente chamado pelos mais próximos) formou-se economista. Viajou e trabalhou ao redor do mundo até se estabelecer no Brasil para fundar a Tradaq, em 2000. Sua missão com a Rede era promover uma comunidade empresarial mais próspera, fomentando e facilitando negócios entre parceiros.

Jose sempre trabalhou por uma Tradaq focada nas empresas de pequeno e médio porte. Afinal, ele sabia das dificuldades enfrentadas por elas, sempre muito impactadas pela recorrente instabilidade econômica e política do Brasil. Para Pepe, promover o crescimento desse público foi um imenso privilégio e motivo de grande satisfação.

Patricia Moles, esposa de Jose, conta que as conexões alimentavam o espírito do empresário: “ele era apaixonado por conectar clientes, promover negócios entre eles e manter contato frequente com os principais parceiros da Rede”.

A irmã de Jose, Victoria Rivero, complementa e endossa as palavras de Patricia. “A agenda do Pepe tinha cafés da manhã, cafezinhos, almoços, chás da tarde, jantares… Não existia compromisso que não pudesse cumprir, mesmo sendo no mesmo dia ou ainda que fosse preciso atravessar a cidade, o país ou o continente. Andava constantemente de um extremo ao outro. O mundo parecia pequeno para Jose quando se tratava de ver a família e os amigos”.

Jose dizia que a Tradaq não era um empreendimento fácil. Foi uma trajetória repleta de desafios – mas, com criatividade, a empresa conseguiu ultrapassar as barreiras e achar o rumo: assim, foi construída a maior rede de permutas corporativas da América Latina.

Após anos de dedicação e trabalho, o projeto pioneiro de Jose e de sua equipe começou a dar frutos, muitas satisfações e motivos para comemorar: a Rede Tradaq cresceu e outras redes nasceram, inspiradas por esse modelo inovador de negócio.

Em 2015, Jose decidiu dar início a uma nova e ambiciosa etapa na Rede: uma modernização para se adaptar às demandas de um mundo cada vez mais digital, mobile e conectado. Isso sem perder o networking presencial e o relacionamento tête-à-tête, essências da Tradaq.

Para estar à frente dessa transformação, Pepe trouxe como sócio-diretor o belga Koen De Beer, que por mais de 10 anos foi treinado e guiado por Jose no fascinante mundo dos negócios sem dinheiro.

Em agosto 2016, Jose se mudou com a esposa Patricia e a filha Mariana para a Cidade do México. Como mentor, acompanhou – a distância – o crescimento e as mudanças na Tradaq, sempre com um olhar crítico construtivo e com muito otimismo.

A súbita partida de Jose deixou um imenso vazio. Agora, a equipe da Tradaq conta com o apoio de Patricia, parceira incondicional de vida, viagens e negócios de Jose e também amiga do sócio-diretor Koen de Beer, que há dois anos lidera a empresa. Juntos, Patricia e Koen oferecerão todo o suporte necessário para manter vivo o legado do Jose. “Nada o faria mais orgulhoso do que ver esse projeto crescer e se perpetuar”, comenta a esposa.

A Rede agradece a todas as empresas, os parceiros e os funcionários por juntos construírem a Tradaq. A atual equipe está ainda mais engajada e duplicará os esforços para preservar os valores e objetivos de Jose, empenhando-se para criar a Tradaq que o Pepe sonhava!

 

LEIA TAMBÉM:

DIRETOR BELGA DA TRADAQ FALA DOS DESAFIOS NO BRASIL E AS MUDANÇAS NA REDE

PRESIDENTE DA TRADAQ FALA SOBRE A HISTÓRIA DA EMPRESA