“O benefício de utilizar a Tradaq está em conseguir viabilizar custos operacionais da nossa empresa sem desembolsar dinheiro”, afirma o sócio diretor da RAC Mídia, Rodrigo Cunha.

Rac Mídia e Tradaq

“O benefício de utilizar a Tradaq está em conseguir viabilizar custos operacionais da nossa empresa sem desembolsar dinheiro”, afirma o sócio diretor da RAC Mídia, Rodrigo Cunha.

Outubro/2019 – Associado da Rede há mais de dez anos, o sócio-diretor da editora RAC Mídia, Rodrigo Cunha, traz uma visão madura sobre a proposta da Tradaq e dá dicas de como fazer um melhor uso da Rede. Confira na entrevista!

 

RAIO X – RAC MÍDIA

Ramo: Editora

Tempo na Rede: 10 anos

Cargo do entrevistado: sócio-diretor

Localidade: São Paulo

Site: www.racmidia.com.br

 

Tradaq: Qual o principal benefício em participar da nossa Rede?

Rodrigo Cunha (RC) – Além do networking, ou seja, a possibilidade de conhecer novas empresas e gerar novos negócios, o benefício de utilizar a Tradaq está em conseguir viabilizar sem desembolsar dinheiro custos operacionais que a gente tem em nossa empresa. Quando consumimos um serviço sem precisar do dinheiro propriamente dito, geramos economia para nossa empresa.

 

Tradaq: Como vocês utilizam a Tradaq em seu negócio?

(RC) – Nós utilizamos a Tradaq em várias frentes. Por exemplo, nos serviços gerais e custos fixos que temos na empresa, como o serviço de motoboy; eventualmente para a impressão de cartões de visita, compra de mobiliário      de escritório, alguma reforma ou mesmo para aquisição de brindes e impressões; e muito para questões pessoais.

 

Tradaq: Vocês utilizam a Tradaq para beneficiar seus colaboradores?

(RC) – Dificilmente a gente busca na Rede produtos e serviços para beneficiar funcionários.

 

Tradaq: E pessoalmente, vocês também usufruem da Rede?

(RC) – Eu utilizo bastante a Tradaq para uso pessoal. Recentemente, realizei a reforma de um apartamento e gerei uma economia muito grande com os produtos e serviços que a Tradaq oferece. Para fazer as festas de aniversário de meus filhos, também sempre acabo recorrendo e buscando os parceiros da Rede, com o objetivo de viabilizar o evento sem precisar do dinheiro vivo na hora.

 

Tradaq: Na sua opinião, como a Rede poderia melhorar ainda mais?

(RC) – Tenho apenas duas sugestões que gosto sempre de reforçar quando tenho oportunidade. A primeira é pensar em uma forma de evitar a comercialização dos produtos acima do preço médio de mercado quando são por meio da Tradaq. Os meus produtos, por exemplo, são negociados em permuta a preço de compra em dinheiro. A segunda é que, com a implementação do sistema do site e do aplicativo, a relação interpessoal ficou um pouco mais distante e algumas transações tendem a demorar mais por problemas de comunicação.

 

Tradaq: Que dica você dá para outros associados potencializarem a parceria com a Tradaq?

(RC) – A principal dica é fazer networking para facilitar as transações. Participe dos eventos, conheça os associados, pegue o contato e busque neles as parcerias que a Rede facilita. Alguns parceiros, por exemplo, já sabem que eu trabalho com hotel e acabam entrando em contato comigo para eu agilizar o processo. As ferramentas da internet, site e aplicativo facilitam o acesso, mas por outro lado podem enfraquecer a relação interpessoal. Antes, isso ficava concentrado nas mãos dos Assessores. Hoje em dia, os empresários devem ter uma postura mais proativa. O associado passivo não será lembrado.

 

VEJA TAMBÉM NO BLOG DA TRADAQ:

“A TRADAQ É UMA FORMA MUITO INTELIGENTE DE FAZER O FAMOSO NETWORKING FUNCIONAR DE VERDADE”, CONTA PAULO LIMA, EDITOR E FUNDADOR DA TRIP

ORGANIZE SEU EVENTO CORPORATIVO OU SOCIAL COM A TRADAQ!

“A TRADAQ É UM CANAL DE VENDAS ALTERNATIVO QUE TODA EMPRESA DEVERIA TER”, AFIRMA O EMPRESÁRIO MARCELO MIYASHITA

 

Tradaq: um meio de pagamento mais inteligente.